Orientações importantes sobre essa atividade
Sobre a Lição de Casa: conversando com os pais
1) Reflexões

Para muitos pais, o momento da lição de casa dos filhos pode fazer surgir algumas indagações, tais como:

a. Preciso permanecer junto a eles nessa tarefa?
b. A impossibilidade de minha presença pode acarretar prejuízos?
c. Se eles não conseguem realizar a tarefa, como devo proceder?
Pensando nisso, decidimos apresentar este resumo para esclarecimento e compreensão dos objetivos e papel dos pais em relação ao assunto.

2) Objetivos

A prática de realização de tarefas de casa, de acordo com o tipo de lição, pretende promover situações para o aluno:

a. arriscar-se em uma produção, com maior autonomia;
b. reforçar os conceitos trabalhados, retomando conteúdos aprendidos;
c. aprofundar conhecimento sobre algum assunto que está estudando;
d. levantar questões sobre um assunto, estimulando-o para o tema que posteriormente será estudado em classe;
e. incentivar a autonomia para buscar o conhecimento por conta própria;
f. criar o hábito do estudo sistemático e agradável em casa.

3) O papel da família

A lição de casa possibilita à família compartilhar parte dos conhecimentos que seus filhos constroem ao longo dos trabalhos. Demonstrar interesse na
vida escolar da criança marca, na formação do estudante, a importância que a família atribui aos estudos.
Em relação à lição de casa, cabe ressaltar que o aluno deve realizar sozinho essa tarefa. Há sempre um cuidado do Colégio em planejar atividades nas
quais ele possa trabalhar com autonomia, além de um momento reservado na rotina escolar para a apresentação e explicação da proposta da tarefa a ser
feita em casa.
Os pais devem acompanhar a realização das tarefas de casa ou reservar um tempo diário ou semanal para:

– verificar se a lição foi realizada, ou não, reforçando a atitude de cumprimento de responsabilidade;
– observar se está bem feita ou não (capricho, organização, limpeza, …);
– elogiar, motivar e estimular seu esforço e realização, conversando sobre acertos e erros.

4) Orientações gerais

a. Dispor de um local bem arejado, ventilado e iluminado.
b. Utilizar mesa e cadeira compatíveis com a altura da criança: os pés devem alcançar o chão ou dispor de um apoio para descansá-los.
c. Incentivar seu(a) filho(a) a realizar a lição usando postura adequada: sentar-se em cadeira, sempre com a coluna ereta e os pés apoiados (evitar postura de corpo deitado no chão, no sofá ou debruçado sobre a mesa).
d. Propiciar um ambiente reservado: silêncio, TV e som desligados, sem movimentação e conversas de pessoas por perto, para não distrair a atenção da criança.
e. Criar um horário fixo para a realização da lição (organização do tempo, incorporado à rotina), se possível, respeitando o “relógio biológico” da criança,
ou seja, hora em que está mais disposta mentalmente para poder render mais.
f. Manter organizado o material necessário (lápis, papel, tesoura, cola,revistas,…) e próximo à criança, evitando perda de tempo e de concentração para encontrá-lo.
g. Reservar os fins de semana para o lazer de seus filhos com amigos e familiares.

Finalizando…Os pais devem ou não ajudar seus filhos na lição de casa?

O interesse, a participação e a ajuda que possibilita a criança a trabalhar cada vez mais, autonomamente, são sempre bem-vindos!

Encontro de Pais e Professores – EF – 24/02/2011

Leave a Comment